Dicas para aumentar a produção de leite materno

Muitos fatores podem interferir na produção de leite materno. Alguns deles nós já falamos, como o uso de bicos artificiais, fatores emocionais, e a pega inadequada. Por isso é preciso uma avaliação certa do que está acontecendo para intervenção correta. Aqui damos algumas dicas gerais:

  • Amamente sob livre demanda. O principal fator envolvido na produção de leite materno é a sucção do bebê. Se estiver tudo bem com a amamentação, quanto mais o bebê sugar, mais leite você irá produzir. Por isso, ofereça o peito sempre que seu filho quiser, mesmo que para uma sucção não nutritiva.

Ciclo de produção de leite materno

  • Elimine o uso de bicos artificiais. O uso de mamadeiras e chupetas leva à confusão de bicos, fazendo que seu bebê recuse o seio e consequentemente diminua sua produção.
  • Beba bastante água. 80% do leite materno é composto por água, por isso é extremamente importante ingerir muito líquido durante a amamentação.
  • Procure uma posição confortável para amamentar.
  • Relaxe e tenha calma. Fatores emocionais estão diretamente relacionados com a amamentação. Estresse, cansaço, ansiedade e outros sentimentos negativos são prejudiciais a produção. Entendemos que o puerpério não é fácil. Por isso reforçamos a importância de uma rede de apoio, pessoas que estejam realmente dispostas a te ajudar, para que você fique inteiramente por conta de seu bebê e principalmente da amamentação. Outros problemas podem ser resolvidos depois.
  • Confie em sua capacidade de alimentá-lo.
  • Contato pele a pele. Estar em contato pele a pele com seu bebê (sugerimos o uso do sling), sentindo seu cheirinho, também ajudará seu corpo a aumentar a produção. Além disso favorecerá que ele busque o seio naturalmente e melhore a pega.
  • Ordenhe seu leite. Após a mamada do bebê, estimule seu seio com massagem e ordenha. Isso fará seu corpo pensar que precisa produzir mais leite, como se o bebê ainda estivesse amamentando.

Em alguns casos ainda será preciso utilizar a técnica da relactação. Por isso, se tiver alguma dúvida em relação à produção de leite materno, entre em contato conosco ou com um profissional especializado de sua confiança. Lembramos que nenhuma dica que damos aqui substitui uma consulta. Cada mãe e cada bebê trazem suas particularidades e merecem atenção individual.

2 Comentarios

  1. Juliana Maria de lucena Moreira-Reply
    18 de agosto de 2017 at 11:43

    Eu fiz cirurgia mamária a 10 anos, eu produzo pouco leite, qnd minha filha nasceu meu peito jorrava, aos poucos eu percebi que a quantidade diminuía, ela dorme qnd mama no peito, comecei a fazer ordenha, comprei até uma ordenha elétrica, eu tiro em torno de 50 ml após ela mamar, e dou oq que tiro com completamente na mamadeira que imita o bico do peito, minha filha está com 3 meses, n largou meu peito porei a produção caiu muito muito mesmo, voltei a tomar o Plasil, eu já cheguei a tirar 120 ml de leite, n sei oq aconteceu.

    • Mônica Almeida-Reply
      20 de agosto de 2017 at 21:12

      Olá Juliana, tudo bem?! Parabéns pelo bebê e pela amamentação! Bom, primeiramente entenda que a produção tende a diminuir mesmo. Aos poucos você não irá notar mais os seios tão cheios como antes. Você está seguindo as dicas deste texto?! Não existe nenhuma mamadeira que imite o seio materno! Elas tentam, mas não conseguem. É preciso avaliar se a quantidade de leite que vc está produzindo realmente não é o necessário, as vezes o seu corpo já adaptou a quantidade que produz a demanda de seu filho, e por isso já não enche tanto, enche apenas o suficiente para satisfazê-lo. Mas se realmente for necessário complementar, utilize outros meios (copinho, colher ou copo de transição bico rígido e sem válvula). Caso queira, marque uma avaliação com a gente ou alguma consultora de sua cidade. Um beijo

Deixe um comentario