Não tenho leite suficiente!

Será que a afirmativa tão exclamada pelas mães: “não tenho leite suficiente para amamentar”, é real?

Deparamo-nos com essa frase “não tenho leite suficiente” com muita frequência, principalmente nos primeiros dias após o nascimento do bebê. No entanto, esse é um dos maiores mitos sobre a amamentação. Muitas mães ficam preocupadas, pois percebem que, nas primeiras mamadas, o recém-nascido não ingere grande quantidade de leite. Isto tem uma razão de ser.

Desde o dia do nascimento, até aproximadamente o 3º dia de vida do bebê, a mãe não produz grande volume de leite, visto que não é o que ele necessita. O recém-nascido precisa de pequenas quantidades de alimento que são proporcionais ao tamanho de seu estômago e suas necessidades nutricionais. Afinal, ao nascimento, o estômago do bebê é aproximadamente do tamanho de uma cereja.

Não tenho leite suficiente - Comparação do tamanho do estomago do bebe

O colostro, como é chamado o leite produzido nos primeiros dias do pós-parto, é secretado em pequenas quantidades. São poucas gotas, mas que possuem um altíssimo potencial nutritivo e cumprem seu papel fundamental na formação do sistema imunológico do bebê. Costumamos dizer que é a “primeira vacina” do recém-nascido, pois é rico em anticorpos, proteínas que atuam na defesa do nosso organismo.

O seu corpo é tão sábio, que produz o que é necessário para nutrir seu filho, tanto em quantidade quanto em qualidade (por isso não existe leite fraco); nem mais, nem menos.

Por volta do 3º ao 5º dia após o parto, você vai perceber um aumento na produção de leite. Neste período ocorre o que chamamos de apojadura e, assim como a produção do colostro, acontece devido às necessidades do recém-nascido. O maior volume de leite que surge com a apojadura está igualmente adaptado às necessidades específicas do seu bebê, e quanto mais o bebê sugar, mais irá estimular a produção do leite materno. Por isso é fundamental manter a livre demanda. A natureza é sábia: você produz o alimento perfeito para seu bebê! Leia mais sobre a diferença dos tipos de leite aqui.

 

Como vou saber se meu leite está sendo suficiente?

Não tenho leite suficiente - seu organismo conhece as necessidades do seu bebe

De uma forma geral, se o bebê estiver urinando e evacuando bem, ganhando peso, estiver ativo, é sinal de que está tudo bem. Leia mais sobre isso aqui.

Em alguns casos, por alguma dificuldade no manejo do aleitamento – pega incorreta, dor para amamentar, problemas emocionais entre outros – ou a presença de problemas específicos de saúde, pode acontecer da produção de leite estar um pouco diminuída. Nesses casos, é fundamental a avaliação de um profissional qualificado. Chame uma consultora em amamentação! Ela está apta para realizar orientações e intervenções a fim de adequar a quantidade de leite produzida.

Existem várias dicas para aumentar a produção do leite e formas de controlar os fatores que influenciam nesse processo. Lembre-se, a avaliação e acompanhamento profissional são fundamentais nesses momentos! Entre em contato conosco.

Deixe um comentario