Teste da Linguinha: por que é importante realizá-lo?

Desde Junho de 2014, todas as maternidades e hospitais são obrigados a aplicar o Protocolo de Avaliação do Frênulo da Língua em Bebês, popularmente conhecido como Teste da Linguinha, em todos nascidos nas suas dependências (Lei nº 13.002, de junho de 2014). Mas por que é tão importante esse teste? O que ele tem a ver com a amamentação e a saúde do meu filho?

 

O Teste da Linguinha é um procedimento rápido e indolor, eficaz para a detecção de limitações do movimento da língua. Limitações essas que comprometerão a eficácia da amamentação e futuramente a fala e alimentação. O diagnóstico precoce é fundamental para uma intervenção imediata e, assim, prevenir problemas decorrentes da chamada “língua presa”: dificuldades para sugar o leite materno, engolir, mastigar e falar.

O procedimento é bem simples e rápido. Consiste basicamente em observar a espessura e os pontos de inserção do frênulo (“freio”) da língua com uma manobra de elevação, durante o choro e a amamentação. Contudo, mesmo que pareça simples, o teste deve ser realizado por um profissional capacitado para tal.

profissional realizando teste da linguinha em um recém nascido

Já o tratamento para os casos necessários, consiste em um pequeno corte no frênulo (frenotomia) para liberação dos movimentos da língua. Pode ser realizado na própria maternidade, ou em centros cirúrgicos por médicos ou cirurgiões dentistas. A recomendação é que seja realizada até os 6 meses de vida, mas o ideal é que seja até os 3. Antigamente, acreditava-se que com o passar do tempo o frênulo alongava-se e mudava seu ponto de inserção, mas hoje já se sabe que isso não é verdade.

o teste da linguinha pode indicar a necessidade da frenotomia

“Língua presa” e amamentação

 

A anquiloglossia (termo científico para “língua presa”) interfere muito na vida do indivíduo desde os primeiros dias de vida. A primeira dificuldade que ele apresentará será de fazer uma pega correta no seio. E para sugar o leite materno, o bebê realiza uma manobra chamada canolamento, que consiste em elevar as laterais da língua para “abraçar” o seio da mãe. Como não consegue fazer isso, ele tem uma tendência a morder o mamilo, uma espécie de compensação do movimento que não consegue realizar – causando dor e feridas. Além disso, a língua faz um movimento para baixo e pra frente; para cima e para trás, apoiada pela mandíbula, para extrair o leite do seio. Por isso, quando esses movimentos são limitados, a extração torna-se ineficiente. Assim, a criança terá de fazer muitas sucções para conseguir um volume satisfatório de leite dentro da boca e disparar o reflexo de deglutição (engolir). Isso deixa o bebê irritado e mais cansado, pois tem que fazer muito esforço para ganhar pouca quantidade de leite. As vezes, o esforço é tão maior que a quantidade de leite extraída, que o bebê acaba perdendo peso. Por isso a realização do Teste da Linguinha é também um fator favorável a diminuição das chances de desmame precoce, pois nessas situações, na maioria das vezes, o pediatra acaba optando por prescrever fórmula.

 

Alguns sinais a serem observados

 

A anquiloglossia pode apresentar componentes hereditários. Ou seja, pode ser transmitido de pais para filhos. Portanto, se o pai ou a mãe tiverem “língua presa” para falar, a chance de o filho ter é maior. Alguns estudos apontam que a incidência é maior no sexo masculino.

Observe a amamentação de seu filho. Ele cansa muito? Fica irritado? Demora muito para mamar? Faz pausas muito longas? Apresenta “estalos” de língua durante a amamentação? A bochecha colaba (colapsa, comprime, “faz peixinho”) quando suga? Ele morde seu mamilo? Sua mama está ferindo? Ele não está ganhando peso adequadamente?

Responder a essas perguntas não substitui uma avaliação completa e eficaz com o Teste da Linguinha, serve apenas para direcionar você. No caso de dúvidas, marque uma consultoria ou uma avaliação com profissional capacitado. Existem diversos fatores que interferem na amamentação, e nem sempre as respostas a essas perguntas significam que seu filho tem alguma alteração.

o teste da linguinha ajuda a diagnosticar alteração no frênulo

Exemplo de “língua presa”

Deixe um comentario