Posso continuar a amamentar tomando remédio?

É muito comum escutarmos relatos de mães que suspenderam o aleitamento materno por estar fazendo uso de medicamentos. Mas será que todos eles impedem o aleitamento materno, ou é possível continuar a amamentar tomando remédio?

Na verdade, existem muitos medicamentos que são seguros para serem administrados em mulheres que estão amamentando e poucos são os formalmente contraindicados nesses casos. O que deve ser sempre considerado é que, amamentando ou não, todo tipo de remédio deve ser tomado com cautela, sempre com indicação médica e, em caso de dúvidas, você deve sempre procurar auxílio de um médico ou farmacêutico antes de tomá-los. Assim, você garante segurança para você e seu filho.

 

Os medicamentos são divididos em 3 grupos para avaliar sua compatibilidade com o aleitamento materno ou não:

Uso compatível com o aleitamento materno: são medicamentos que o uso é potencialmente seguro nessa fase.

Uso criterioso durante o aleitamento materno: são medicamentos que merecem mais atenção e a sua prescrição e continuidade do aleitamento materno dependem da análise realizada pelo médico do risco/benefício. Quando são receitados, sua utilização deve ser monitorada e indicada pelo menor período e na menor dose possível.

Uso contraindicado durante amamentação: são medicamentos que exigem a interrupção da amamentação, pela evidência ou risco significativo para o bebê.

Caso você precise tomar algum remédio, sempre pergunte ao seu médico se é compatível ou não com a amamentação. Se a droga é realmente incompatível você pode perguntar se há alguma alternativa que seja mais segura e que te permita continuar, ou iniciar, a amamentação.

 

Meu filho ficará sem leite materno?

 

Caso não exista outro medicamento seguro que possa ser indicado para o seu tratamento, e você tenha que tomar a medicação temporariamente, existe uma maneira de continuar oferecendo leite materno para seu filho.

Converse com o seu médico e, caso seja possível, você pode extrair o seu leite alguns dias antes do início do tratamento para recolher uma quantidade de leite suficiente para alimentar o seu bebê. Durante o tratamento, você deve continuar a bombear o leite para manter a produção e também para diminuir o risco de mastites. Mas não se esqueça, o leite retirado durante o tratamento, não deve ser oferecido ao bebê!!! Tomando esses cuidados, quando o tratamento terminar e o seu médico liberar o retorno da amamentação, você poderá voltar a amamentar seu filho.

Caso você tenha dúvidas em como realizar esses procedimentos para retirar, armazenar e manter a produção do leite materno, entre em contato com a equipe Aconchego. Já falamos um pouco sobre a ordenha aqui no blog também.


consulte um médico para saber se pode amamentar tomando remédio

 

As informações fornecidas neste texto devem servir apenas como um guia e você não deve tomar qualquer decisão sem consultar um médico ou profissional de saúde.

O Ministério da Saúde publicou um manual sobre a amamentação e o uso de medicamentos, lá você vai encontrar mais informações sobre o tema e uma lista com os medicamentos permitidos e proibidos. Você pode acessá-lo em:

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/amamentacao_uso_medicamentos_2ed.pdf

Deixe um comentario