Quando devo levar meu bebê ao pronto socorro?

Os primeiros dias em casa são sempre cercados de incertezas, sempre surgem dúvidas de quando deve-se levar o bebê ao pronto socorro. Será que meu filho está se desenvolvendo bem? Será que está tudo normal? Vamos contar pra vocês em quais casos é necessário procurar um médico imediatamente.

 

Antes de dois meses de idade:

  • Se seu bebê estiver prostrado (caidinho ou molinho demais, movimentando-se menos que o habitual);
  • Se estiver muito sonolento, com muita dificuldade de acordar;
  • Se apresentar uma convulsão, ou perda de consciência;
  • Se tiver dificuldade para respirar, apresentar cansaço ou estiver respirando rápido demais;
  • Se não estiver conseguindo amamentar;
  • Se apresentar vômitos com tudo o que ingerir;
  • Se o umbigo estiver com vermelhidão em volta, apresentar secreção purulenta e/ou mal cheirosa;
  • Se apresentar temperatura corporal menor ou igual a 35,5° C ou igual ou maior que 37,8° C;
  • Se estiver com secreção de pus da orelha;
  • Se a pele estiver amarelada (icterícia), inclusive nos braços e pernas;
  • Se o xixi estiver escuro;
  • Se o cocô estiver muito claro. Observe a tabela a baixo com a escala de cores das fezes da criança. Caso esteja clara, procure com urgência um serviço de saúde

escala de cores de fezes ajuda a identificar momento de levar o bebê ao pronto socorro

 

Crianças com dois meses ou mais:

  • Se tiver dificuldade para respirar, apresentar cansaço ou estiver respirando rápido demais;
  • Se não estiver conseguindo amamentar ou ingerir líquidos;
  • Se apresentar vômitos com tudo o que ingerir;
  • Se estiver muito sonolenta, com muita dificuldade de acordar;
  • Se apresentar uma convulsão, ou perda de consciência;

 

Caso identifique alguma situação de extrema urgência, peça ajuda pelo telefone 192 – SAMU, ou então leve seu bebê ao pronto socorro ou serviço de saúde mais próximo da sua casa. É muito importante observar com atenção o desenvolvimento do seu filho, para que ele cresça de forma saudável e sem intercorrências.

Em caso de outras dúvidas sobre os primeiros cuidados com o recém nascido, entre em contato com a gente!

Deixe um comentario